Famato e entidades do agro assinam protocolo de intenções para expansão de 4G e 5G em Mato Grosso

Post Image

A Federação da Agricultura e Pecuária de Mato Grosso (Famato), representada pelo segundo vice-presidente Marcos da Rosa, assinou na terça-feira (18) um protocolo de intenções com o governo de Mato Grosso para a expansão do acesso à telefonia móvel em 4G, preparada para 5G, em todo o território do estado.

A iniciativa, denominada Mato Grosso Conectado, será uma Sociedade de Propósito Específico (SPE). A parceria foi firmada pela MT PAR junto com mais quatro entidades representativas do agronegócio mato-grossense: Associação dos Criadores de Mato Grosso (Acrimat), Associação dos Produtores de Soja de Mato Grosso (Aprosoja-MT), Associação dos Produtores de Algodão de Mato Grosso (Ampa) e Federação das Indústrias de Mato Grosso (Fiemt).

Para a execução do projeto estão previstos R$ 250 milhões de investimentos público e privado em uma área de 10 milhões de hectares distribuída em oito regiões que serão subdivididas em microrregiões para contemplar todo o estado.

Entre os objetivos estão: aumentar a produtividade do agro com o uso de tecnologias mais avançadas, apoiar o comércio e setores como a educação, serviços, segurança, indústria, transporte e saúde.

“É uma iniciativa muito importante para o desenvolvimento de Mato Grosso. Além do agro, contribuirá para toda a sociedade, pois irá democratizar o acesso à internet e a inclusão digital de quem vive no interior do estado”, afirmou Marcos da Rosa.

O Instituto AgriHub, que faz parte do Sistema Famato, fomenta iniciativas de conectividade e apoia empresas que buscam soluções inovadoras para o agro. Segundo o diretor executivo, Otávio Celidonio, o instituto participou ativamente das discussões junto com o governo e permanecerá colaborando intensamente para dar continuidade aos trabalhos de conectividade do estado.

Fonte: Ascom Famato