Sistema Famato
FAMATO
IMEA
       
 
   
 
 
03 de Ago de 2021
 
ELEIÇÃO
Rogério Romanini é eleito presidente do Sindicato Rural de Barra do Bugres
 
Arquivo
 
A chapa “Sindicato Forte” liderada pelo produtor rural Rogério Romanini foi eleita para assumir o Sindicato Rural de Barra do Bugres nos próximos três anos (2021/2024). A eleição ocorreu no dia 30 de julho na sede do sindicato, no formato presencial, seguindo todos os protocolos de prevenção à Covid-19.
 
Romanini já foi presidente da entidade sindical por quatro mandatos (2003 a 2015) e agora reassume o cargo de presidente por unanimidade de votos. Devido à pandemia não haverá cerimônia de posse. O mandato teve início segunda-feira (02/08/21).
 
O presidente agradeceu a presença dos produtores votantes e, principalmente, o voto de confiança de cada um deles. Romanini avaliou o resultado das urnas como reconhecimento de um trabalho que vem desenvolvendo em prol do setor e dos produtores. “É uma satisfação estar voltando para uma instituição tão importante, de tamanha representatividade e que acredita no desenvolvimento e na produtividade do setor agrícola e pecuário”, disse.
 
A nova diretoria traz a proposta de fortalecimento do sistema sindical, aproximação com os produtores rurais, qualificação da mão de obra por meio dos cursos oferecidos pelo Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar-MT) e disseminação de tecnologias desenvolvidas para o setor produtivo rural. “Pretendemos dobrar o número de cursos ofertados. Almejamos chegar na marca de 50% a mais do que já são oferecidos”, informou.
 
Uma parceria entre o Sindicato e a Polícia Militar (PM) vai garantir a implantação do Patrulhamento Rural em Barra do Bugres e região. “Já estamos trabalhando para iniciar o cadastramento das propriedades e atuação da PM nas áreas rurais. O nosso objetivo é levar segurança no campo e inibir a criminalidade nas áreas rurais”.
 
Outro projeto esperado para pós-pandemia será a reformulação do Parque de Exposições da cidade. A ideia é preparar o parque para o retorno das feiras agropecuárias. “As feiras já fazem parte do calendário da cidade, entretanto há dois anos não acontecem, mas pretendemos voltar, respeitando todas as medidas de segurança. É um evento importante para o município e região, visto que fomenta a economia, gera emprego e renda e ainda fomenta as tecnologias aplicadas no campo”, pontuou.
 
O presidente acredita na participação da mulher no agronegócio. Ele e a diretoria pretendem promover atividades voltadas para o público feminino para aproximar do sindicato as produtoras, trabalhadoras rurais e esposas de produtores. “Vamos firmar parcerias com o intuito de inspirar outras mulheres a participarem mais das atividades no campo e junto ao sindicato”, reforçou o presidente.
 
 


Fonte: Ascom Famato