Sistema Famato
FAMATO
IMEA
       
 
   
 
 
30 de Jul de 2021
 
MEIO AMBIENTE
Reunião define estratégias para conservação da Bacia Hidrográfica do São Lourenço
 
Assessoria Sindicato Rural
 
Na manhã desta sexta-feira (30), uma reunião entre o Sindicato Rural de Rondonópolis e a Promotoria de Justiça do Meio Ambiente debateu estratégias para a conservação Bacia Hidrográfica do São Lourenço que é composta por 10 municípios da região. O promotor de Justiça Ari Madeira participou da reunião, e destacou a união das entidades para a conservação da Bacia do São Lourenço, que segundo ele é de fundamental importância para a região. “Foi uma reunião muito produtiva sobre quais seriam as estratégias mais eficientes para nós podermos avançar na recuperação desta bacia hidrográfica, respaldando o produtor rural junto com sua assessoria técnica nas estratégias de recuperação das Apps de nascentes, córregos e rios”, explicou.
 
Ainda de acordo com Ari Madeira, mais reuniões serão agendadas nas próximas semanas, desta vez ampliando para as assessorias técnicas que prestam serviços aos produtores rurais, como agrimensores e outros profissionais ligados à área.
 
O presidente do Sindicato dos Produtores Rurais de Rondonópolis, Lucindo Zamboni Júnior, explica que o sindicato fará a ponte entre os produtores rurais e o Ministério Público, nas questões referentes ao meio ambiente, que a princípio ajudará a dar agilidade nos processos junto ao MP. “A ideia é apresentar uma alternativa ao produtor, com a disponibilização de uma sala de atendimento especializado para acelerar estes processos de regularização ambiental. E com a orientação do Ministério Público evitar com que o produtor tenha que refazer fases do processo por conta de estar fora das conformidades das exigências do órgão”, destacou.
 
A bacia do Rio São Lourenço abrange uma área de cerca de 22.000 km², composto pelos municípios de Poxoréu, Dom Aquino, Tesouro, Jaciara, Santo Antônio do Leverger, São Pedro da Cipa, Juscimeira, Guiratinga, Rondonópolis, São Jose do Povo, Alto Garças, Pedra Preta, Itiquira, Primavera do Leste e Campo Verde. Se destaca por ser uma das principais formadoras do Pantanal de Mato Grosso, se agregando com a região hidrográfica do Rio Paraguai. Além disso, possui trechos que compõem o corredor ecológico Cerrado-Pantanal e é formada, em sua maior parte, por áreas-chave para a biodiversidade.
 
A reunião contou com a participação do superintendente do Serviço Nacional de Aprendizagem Rural de Mato Grosso (Senar-MT), Francisco Olavo Pugliesi de Castro, popularmente conhecido como Chico da Paulicéia.


Fonte: Assessoria de Imprensa Sindicato Rural