Sistema Famato
FAMATO
IMEA
       
Fale Conosco
 
   
 
 
12 de Jul de 2021

voltar
 
EXPANSÃO
Piscicultores e pecuaristas recebem assistência técnica na região oeste de Mato Grosso
 
Piscicultor Carlos Maia do município Nova Lacerda
 
Piscicultores da região oeste de Mato Grosso estão recebendo assistência técnica gratuita na área. Desenvolvido pela Assistência Técnica e Gerencial (ATeG) do Senar-MT, o suporte aos produtores é realizado por meio da visita mensal de um técnico de campo, que acompanha os resultados e sugere soluções.
 
Em Nova Lacerda, Carlos Maia está na segunda safra de piscicultura. Pecuarista de gado de corte, agora ele administra a propriedade com as duas cadeias produtivas. Já teve a sua terceira visita pela ATeG e está na expectativa de dobrar seus resultados. "Na última safra, somente tínhamos um tanque e conseguimos 22 mil kg de pescado. Agora construímos um segundo tanque e somado à assistência que estamos recebendo, esperamos alcançar os 45mil kg".
 
De acordo com o biólogo e técnico de campo, Valmir Siqueira, um dos principais gargalos dos piscicultores é o alimento que interfere na qualidade da água, consequentemente na produção. "Esse é um dos maiores problemas da piscicultura, por isso, é importante que o produtor rural receba uma assistência para superar os desafios da área".
 
Até o início do segundo semestre de 2021, 30 propriedades eram atendidas pela ATeG nos municípios de Conquista D’oeste e Nova Lacerda, pela cadeia produtiva da piscicultura. O objetivo para os próximos meses é analisar o atendimento a outras cadeias produtivas como a bovinocultura de leite. 
 
Gado de leite – Em outros municípios da região, o que predomina é a assistência técnica aos produtores de bovinocultura de leite. Em Comodoro, cerca de 26 propriedades estão sendo atendidas. Segundo o zootecnista Ransvagner da Silva Garcia, o objetivo é fornecer suporte aos produtores locais. "Ainda estamos na fase de diagnóstico, identificando pontos fracos e fortes. São nas falhas que iremos desenvolver um plano de ação para alcançar os objetivos do produtor".
 
De acordo com a mobilizadora do Sindicato Rural de Comodoro, Elirgiane Maria, a instituição está avaliando a viabilidade da assistência técnica em piscicultura. "Os produtores que tiverem interesse podem procurar o Sindicato para esclarecer dúvidas. Nossa meta é fechar uma turma com 15 piscicultores".


Fonte: Assessoria de Imprensa/ Senar-MT
 

VEJA TAMBÉM
Capacitação atrai mais de 400 interessados em serem técnicos de campo
Moradora de Juscimeira aprimora conhecimento e investe em sonho após cursos
Expectativa é incluir mais 90 propriedades no FIP Paisagens Rurais nos próximos seis meses
Presidentes de Sindicatos Rurais comemoram expansão da assistência técnica
 
Veja mais notícias

Buscar Cursos
 
 POR TIPO DE CURSO
 
 
  POR CIDADE
 
 
 
Formação Profissional Rural
 
 
Promoção Social
 
 
 
 
 
 
(65)3928-4800
SENAR-MT 2014 - Todos os direitos reservados
Política de Privacidade
senar@senarmt.org.br
 
Rua I, 300, Quadra 17-A, Lotes 6-7
Parque Eldorado, Bairro Alvorada
CEP 78048-832 - Cuiabá-MT