Sistema Famato
FAMATO
IMEA
       
Fale Conosco
 
   
 
 
08 de Out de 2020

voltar
 
FERRAMENTA DE FISCALIZAÇÃO
Parceria capacita Polícia Ambiental para uso de drones
 
Treinamento realizado no Parque Mãe Bonifácia em Cuiabá
 

Uma parceria entre o Batalhão da Polícia Militar de Proteção Ambiental (BPMPA) do Estado de Mato Grosso, Sindicato Rural de Cuiabá e o Serviço Nacional de Aprendizagem Rural de Mato Grosso (Senar-MT) garante a capacitação de 45 profissionais para operar drones que serão utilizados para auxiliar na fiscalização.

Nesta quarta-feira (07.10) foi concluída a primeira turma. Até o dia 15 de outubro, acontecem mais dois treinamentos no Parque Mãe Bonifácia, sede administrativa do órgão.

A capacitação deve-se à aquisição de quatro drones, pelo batalhão. Há previsão de que – futuramente - a quantidade seja ampliada e, por isso, o objetivo é difundir o conhecimento para operacionalização, conforme explica o comandante do BPMPA, Tenente Coronel Fagner Augusto do Nascimento. "Ainda possuímos um número limitado de equipamentos, mas é importante que todos os profissionais tenham essa capacitação".

A meta é que os drones auxiliem na fiscalização de queimadas, no monitoramento dos rios durante a piracema e demais atividades fins que visam a preservação ambiental. Segundo o subtenente do BPMPA, Ronaldo de Souza Ferreira, o equipamento aumentará a segurança das equipes em áreas de conflito. "Sem dúvidas vai facilitar muito o nosso trabalho. Poderemos fazer uma varredura aérea com o equipamento, em situações hostis", explica Ferreira.

Para o engenheiro florestal e instrutor credenciado junto ao Senar-MT, Thamylon Camilo Dias, os profissionais já saem habilitados para operar a aeronave. "Eles fazem a pilotagem, aprendem sobre noções básicas teóricas, legislação e recebem dicas de como o drone pode ser utilizado na perícia, em reservas legais, em monitoramentos de incêndios dentre outros".

Além dos profissionais lotados na capital, participam policiais de Cáceres, Rondonópolis e Barra do Bugres. O treinamento denominado 'Operação de aeronave remotamente tripulada – asa rotativa' tem carga horária de 24 horas e um conteúdo bastante extenso.

De acordo com o diretor de operações do Senar-MT, Carlos Augusto Zanata, popularmente conhecido como Guto Zanata, a parceria demonstra a interdependência entre os setores ambiental e agropecuário. "A nossa atividade é intimamente ligada ao equilíbrio ambiental e os bons resultados estão condicionados às boas condições do meio ambiente".



Fonte: Assessoria de Imprensa/ Senar-MT
 

VEJA TAMBÉM
Deslocamento de maquinários garante capacitação em Alto Taquari
Em outubro Senar-MT ofertará 26 cursos nos Centros de Treinamentos
Cafeicultores de Mato Grosso buscam capacitação para melhorar resultados
Curso de Hidroponia do Senar-MT fomenta a produção local em Gaúcha do Norte
 
Veja mais notícias

Buscar Cursos
 
 POR TIPO DE CURSO
 
 
  POR CIDADE
 
 
 
Formação Profissional Rural
 
 
Promoção Social
 
 
 
 
 
 
(65)3928-4800
SENAR-MT 2014 - Todos os direitos reservados
Política de Privacidade
senar@senarmt.org.br
 
Rua Eng. Edgard Prado Arze, sn, Qd 01
Setor A - Centro Político Administrativo
CEP 78.049.015 - Cuiabá-MT