Sistema Famato
FAMATO
IMEA
       
Fale Conosco
 
   
 
 
30 de Set de 2020

voltar
 
OBRIGATORIEDADE
Com prazo estendido, vacinadores se capacitam para proteger rebanho contra a brucelose
 
Crédito: Sindicato Rural de Porto dos Gaúchos
 

Profissionais que aplicam vacina contra brucelose em bovinos e bubalinos aproveitam a flexibilização dos decretos municipais - quanto a realização de treinamentos - para cumprirem a exigência do Instituto de Defesa Agropecuária de Mato Grosso (Indea/MT). Os trabalhadores cadastrados no órgão têm até julho de 2021 para concluírem capacitação que os habilita para a função. O prazo foi estendido por um ano, devido a pandemia da Covid-19.

Analista de pecuária da Federação da Agricultura e Pecuária do Estado de Mato Grosso (Famato), Marcos Coelho de Carvalho explica que após esse prazo, os vacinadores que não apresentarem a capacitação - por meio de um médico veterinário - serão retirados do cadastro oficial. "Estima-se que em Mato Grosso tenham mais de quatro mil vacinadores. Após o prazo limite, somente poderão exercer a atividade, aqueles que tiverem a capacitação".

A obrigatoriedade foi determinada por meio da Portaria número 114 de 07 de novembro de 2018. O documento exige que a capacitação seja feita pelo Serviço Nacional de Aprendizagem Rural de Mato Grosso (Senar-MT) ou instituição equivalente reconhecida pelo Indea-MT. Desde esta data, o Senar-MT já capacitou pelo menos 2.800 pessoas em treinamentos de Vacinação contra a Brucelose e Agente sanitário em saúde animal, ambos válidos para comprovação de capacitação.

Em Porto dos Gaúchos, cerca de 75 produtores e trabalhadores rurais devem realizar a capacitação até a primeira quinzena de outubro. O presidente do Sindicato Rural, Milton Zolin, acredita que além da obrigatoriedade, a vacinação por profissionais capacitados traga mais segurança para a atividade. "O rebanho do município é de 114 mil cabeças de gado e ter o pessoal treinado é crucial para não perdemos esses animais e para que a vacinação ocorra de forma correta".

Segundo o instrutor credenciado junto ao Senar-MT, Renato de Andrade, o treinamento consiste na atualização de conhecimentos. "Fazemos revisão sobre os efeitos da vacinação de forma geral; como elas devem ser conservadas e aplicadas; as faixas etárias dos animais e a legislação vigente".

Programação de 2020 - Até o final do ano, estão previstos 52 treinamentos ofertados pelo Senar-MT em parceria com os Sindicatos Rurais. Estes cursos acontecem em 38 cidades. Os interessados devem procurar o Sindicato Rural do respectivo município e verificar as próximas turmas.



Fonte: Assessoria de Imprensa/Senar-MT
 

VEJA TAMBÉM
Senar-MT apresenta contribuições para garantir saúde animal em Mato Grosso
Pecuaristas se preparam para 2ª etapa de vacinação contra brucelose
Curso de vacinação tem sala cheia em Alto Garças
SENAR-MT e parceiros treinam profissionais para atuar na vacinação contra aftosa
 
Veja mais notícias

Buscar Cursos
 
 POR TIPO DE CURSO
 
 
  POR CIDADE
 
 
 
Formação Profissional Rural
 
 
Promoção Social
 
 
 
 
 
 
(65)3928-4800
SENAR-MT 2014 - Todos os direitos reservados
Política de Privacidade
senar@senarmt.org.br
 
Rua Eng. Edgard Prado Arze, sn, Qd 01
Setor A - Centro Político Administrativo
CEP 78.049.015 - Cuiabá-MT