Sistema Famato
FAMATO
IMEA
       
Fale Conosco
 
   
 
 
27 de Mai de 2020

voltar
 
ANIVERSÁRIO
Assistência Técnica e Gerencial do Senar-MT completa cinco anos
 
Assessoria/Senar-MT
 

Nesta quarta-feira (27.05), a Assistência Técnica e Gerencial (ATeG), do Serviço Nacional de Aprendizagem Rural de Mato Grosso (Senar-MT), completa cinco anos. O lançamento foi feito em 27 de maio de 2015 e o primeiro programa foi o Senar Tec Leite, implantado em Pontes e Lacerda.

Em cinco anos, a equipe cresceu e a assistência técnica se expandiu para mais de 30 municípios mato-grossenses. Em 2020 atende mais de 600 propriedades rurais, mas nestes últimos cinco anos já atendeu mais de mil produtores rurais. Além da cadeia produtiva do leite, a equipe do Senar-MT também presta assistência para produtores da bovinocultura de corte, da horticultura e da fruticultura.

Em Pontes e Lacerda o programa Senar Tec Leite, primeiro a ser implantado em Mato Grosso,  foi encerrado em novembro de 2019. De acordo com o coordenador de ATeG, do Senar-MT, Armando Urenha, um dos resultados deste programa foi o aumento médio anual de 37% na produção de leite em 20% das 120 propriedades que fizeram parte do Senar Tec Leite.

Cristino Ferreira Rodrigues é um destes produtores. Ele conta que no período em que foi assistido teve um aumento de 69% na produção mensal de leite, 46% na produção diária e, ainda um aumento de mais 20 animais no rebanho total da propriedade.

Além de Cristino e da esposa Luana Beatriz, o pai Uilton Francisco e a mãe Maria de Fátima também trabalham na produção de leite. "Tivemos uma melhora de 100% nas atividades depois que passamos a ser assistidos pelo Senar-MT", conta Cristino.

Em 2018, a ATeG do Senar-MT começou a atender outras cadeias produtivas e foi lançado o Senar Tec – Horticultura e o Senar Tec – Gado de Corte (FPS). Desenvolvido no município de Tangará da Serra, o Senar Tec Horticultura atende 30 propriedades na cadeia produtiva da Olericultura e 30 na de fruticultura.

Silvano Aparecido Barbosa, fruticultor, em Tangará da Serra é um dos assistidos pelo Senar-MT. Dos 26 hectares que tem o seu sitio chamado "Chapada", mais de 12 estão plantados com abacaxi. Ele conta que a dificuldade sempre foi a falta de assistência técnica. "Com a chegada do Senar Tec Horticultura tudo está melhorando com muita rapidez e, isso me deixa ainda mais entusiasmado".

Já o Senar Tec – Gado de Corte- Fazendas Pantaneiras Sustentáveis (FPS) é desenvolvido em parceria com a Famato, Embrapa e Acrimat, atende 15 (quinze) propriedades na cadeia produtiva do Gado de Corte, nos municípios de Cáceres, Itiquira e Poconé. Mesmo ainda em fase inicial, os produtores assistidos já apontam resultado positivos.

José Benedito de Arruda e Silva, proprietário da Fazenda União, no município de Poconé, conta que as visitas são importantes para a troca de informações e ampliação do conhecimento. O produtor acrescenta que, apesar do pouco tempo sendo assistido pelo Senar-MT, já contabiliza resultados positivos e melhoria no manejo de vários setores da propriedade.



Fonte: Assessoria de Imprensa/Senar-MT
 

VEJA TAMBÉM
Treinamento do Senar-MT auxilia no manejo do cultivo da soja de forma benéfico e sustentável
Produtores rurais esclarecem dúvidas sobre questões ambientais em Nova Xavantina
Sindicato Rural de Cáceres realiza abertura oficial da 4ª Agrotec nesta terça-feira
Curso de agente sanitário de saúde animal capacita profissional para atuar na vacinação
 
Veja mais notícias

Buscar Cursos
 
 POR TIPO DE CURSO
 
 
  POR CIDADE
 
 
 
Formação Profissional Rural
 
 
Promoção Social
 
 
 
 
 
 
(65)3928-4800
SENAR-MT 2014 - Todos os direitos reservados
Política de Privacidade
senar@senarmt.org.br
 
Rua Eng. Edgard Prado Arze, sn, Qd 01
Setor A - Centro Político Administrativo
CEP 78.049.015 - Cuiabá-MT