Sistema Famato
FAMATO
IMEA
       
Fale Conosco
 
   
 
 
27 de Abr de 2020

voltar
 
ABRIL É ANIVERSÁRIO DO SENAR-MT
Família Ferreira Rodrigues teve a vida transformada depois de receber assistência técnica
 
Assessoria/Senar-MT
 

Durante três anos, Cristino Ferreira Rodrigues foi atendido pelo Senar Tec Leite, o programa de Assistência Técnica e Gerencial (ATeG), do Serviço Nacional de Aprendizagem Rural de Mato Grosso (Senar-MT). O produtor conta que no período em que foi assistido teve um aumento de 69% na produção mensal de leite, 46% na produção diária de leite das vacas em lactação e, ainda um aumento de mais 20 animais no rebanho total da propriedade.

A história de Cristino Ferreira Rodrigues, produtor de leite em Pontes e Lacerda, a cerca de 450 quilômetros de Cuiabá, é mais um caso de sucesso que tem o Senar-MT como parceiro. Ele é um dos produtores que fez parte do programa Senar Tec Leite, encerrado em novembro de 2019. É mais uma história que vamos contar para comemorar o aniversário da instituição que, neste mês de abril, completa 27 anos.

Alegria. Este é o nome do sitio de 74 hectares, da família Ferreira Rodrigues. Além de Cristino e da esposa Luana Beatriz, o pai Uilton Francisco e a mãe Maria de Fátima também trabalham na produção de leite. "Tivemos uma melhora de 100% nas atividades depois que passamos a ser assistidos pelo Senar-MT", conta Cristino.

Segundo ele, a alimentação do rebanho e a manutenção da higiene da sala de ordenha eram as principais dificuldades que enfrentavam no dia a dia. "Com as visitas e orientações do técnico de campo começaram as transformações. Investimos na produção de comida e aprimoramos os cuidados com a sala de ordenha, o que gerou uma melhora considerável na qualidade de leite".

Cristino conta ainda que a família mudou a forma de ver a cadeia produtiva do leite e passou a investir na diversificação das atividades dentro da propriedade. "Com a orientação dos técnicos, passamos a produzir comida para o tempo de seca e, assim, nosso rebanho está sempre bem alimentado e mantém a média de produção ao longo do ano".

A família entrou para o programa em outubro de 2016. A produção média mensal de leite era de 4.350 litros. Em fevereiro de 2019 esse número passou para 7.365 litros. "Tivemos um aumento de cerca de três mil litros de leite por mês. Isso faz toda a diferença porque aumentamos também a renda e a rentabilidade", comemora Cristino.

Outro ponto que chama a atenção é o aumento da produção de leite por dia das vacas em lactação. Quando a família entrou no Senar Tec Leite, a média produzida por cada vaca era de 4,53 litros. Em fevereiro de 2019 esse número passou para 6,63 litros. "Tivemos um aumento de mais de dois litros de leite/vaca/dia".

Cristino contou ainda que o aumento do rebanho foi de pouco mais de 20 animais. "Preferimos ter um rebanho menor com animais de mais qualidade e maior produtividade. Outro ponto em que toda a família está investindo é na gestão da propriedade. A atividade exige cada vez mais conhecimento e capacitação. Por isso é que para nós, o Senar Tec Leite fez toda a diferença. Tivemos orientação, conhecimento e capacitação. Este programa transformou a nossa vida e a forma de produzirmos leite".



Fonte: Assessoria de Imprensa/Senar-MT
 

VEJA TAMBÉM
Interessados em assistência técnica, piscicultores se reúnem no Vale do Araguaia
ATeG realiza reuniões de sensibilização em Mato Grosso
Senar-MT renova parceria com laticínio Vencedor
ATeG abre inscrições para capacitação para técnico de campo
 
Veja mais notícias

Buscar Cursos
 
 POR TIPO DE CURSO
 
 
  POR CIDADE
 
 
 
Formação Profissional Rural
 
 
Promoção Social
 
 
 
 
 
 
(65)3928-4800
SENAR-MT 2014 - Todos os direitos reservados
Política de Privacidade
senar@senarmt.org.br
 
Rua Eng. Edgard Prado Arze, sn, Qd 01
Setor A - Centro Político Administrativo
CEP 78.049.015 - Cuiabá-MT