Sistema Famato
SENAR
IMEA
       
Fale Conosco
 
   
 
 
05 de Out de 2021

voltar
 
LANÇAMENTO OFICIAL
Governador lança Patrulhamento Rural em Rondonópolis com presença de lideranças do campo
Crédito: Cairo Lustoza
 

O governador Mauro Mendes lançou oficialmente na segunda-feira (04.10) a Patrulha Rural Georreferenciada, que atuará em Rondonópolis e outros 14 municípios da Região Integrada de Segurança Pública (Risp). "No ano passado quando lançamos o programa Mais MT já tinha um destaque orçamentário de R$ 35 milhões para que este batalhão fosse montado", destacou o governador.

Segundo ele, na Segurança Pública era preciso investir na infraestrutura para que a Polícia Militar tivesse mais condições de trabalho. "Passamos a contar com o rádio digital para 100% de Mato Grosso. O investimento foi de R$ 100 milhões". Mendes diz ainda que a ideia do patrulhamento rural surgiu no ano de 2014, quando os crimes começaram a aumentar no campo.

O comandante-geral da PM, coronel José Jonildo de Assis acrescenta que os investimentos em infraestrutura garantem a segurança aos produtores e todas as comunidades rurais. "Com veículos modernos, tecnologia de ponta e nossos policiais patrulhando essas áreas, estamos frustrando tentativas de roubo, furto, sequestros, latrocínios e recuperando cargas de grãos, defensivos agrícolas, equipamentos, gado e fertilizantes que são comercializados de forma clandestina no mercado ilegal", afirmou

Existem atualmente cerca de 1.600 propriedades rurais já cadastradas no 4º Comando Regional e cerca de 700 placas já fixadas. Como a tecnologia há muito tempo já chegou no campo, a maneira que o comando regional encontrou de manter estes proprietários mais próximos da Instituição foi por meio dos grupos de WhatsApp. Na própria sede do Comando Regional, foi criado o Centro de Comando e Controle Rural que monitora 24 horas por dia e 7 dias da semana as informações repassadas pelos moradores rurais.

De acordo com o vice-presidente da Federação da Agricultura e Pecuária de Mato Grosso (Famato) e superintendente do Serviço Nacional de Aprendizagem Rural de Mato Grosso (Senar-MT), Francisco Olavo Pugliesi de Castro, popularmente conhecido como Chico da Pauliceia o objetivo deste projeto é aproximar a Polícia Militar da comunidade do campo. Ele acrescenta ainda que este projeto de Patrulhamento Rural conta com o uso de tecnologia de comunicação e localização georreferenciada.

Chico da Pauliceia destaca que o Senar-MT já ministrou somente em 2021 mais de 10 treinamentos para os policiais militares. Segundo ele, este é o papel do Senar-MT, ou seja, contribuir com a capacitação e qualificação dos militares para que eles possam utilizar equipamentos modernos como drones e outros para atingir maior área na hora de fazer o patrulhamento. "É uma parceria muito importante para nós produtores".

POLÍCIA MILITAR - O Patrulhamento Rural está sendo implantado em todo o estado de Mato Grosso pela Polícia Militar junto com os produtores rurais. Começou com um piloto no Sindicato Rural de Rondonópolis, apoiado pela Famato, para coibir os crimes nas fazendas. 

Cerca de 95% das propriedades já cadastradas são de pequenos e médios produtores, sendo que a atuação dos policiais segue o calendário agropecuário, quando em alguns períodos pode haver um possível aumento de crimes.

"Nós dividimos esse patrulhamento por quadrantes e acompanhamos o calendário. Durante o vazio sanitário intensificamos o policiamento de proximidade e após o início do plantio, nós iniciamos o policiamento mais repressivo no intuito de evitar os crimes de roubo e furto nas propriedades rurais", pontuou o tenente-coronel Gleber Cândido Moreno.

RONDONÓPOLIS -  foi o município onde o Patrulhamento Rural começou a funcionar como piloto. Essa parceria entre a PM e os sindicatos rurais melhorou muito a eficiência do patrulhamento e, aos poucos, tem aumentado a segurança no campo.

"É importante o papel do presidente do Sindicato Rural em aproximar a polícia e os produtores para que tenham confiança em abrir as propriedades e fornecer as informações necessárias. Durante as visitas, o policial coleta dados com o produtor e orienta sobre segurança", explicou o comandante Cândido.

A partir daí os dados vão para um cadastro da PM. A fazenda passa a ser georreferenciada e recebe uma placa de identificação com um número exclusivo. O proprietário é adicionado em um grupo de mensagens para dar celeridade às ocorrências.

Para o presidente do Sindicato Rural de Rondonópolis, Lucindo Zamboni Junior, a Patrulha Rural trará uma sensação de segurança para quem vive no campo e ainda a satisfação de poder ajudar a polícia por meio dos grupos virtuais formados nas regiões. "É um projeto de muita importância, que hoje é uma realidade trazendo segurança para o produtor rural e fazendo a integração dele com a sociedade, e a Polícia Militar deixa o campo seguro e isso mostra esta integração, o produtor sendo conduzido a segurança que ele não tinha. Estamos muito felizes por ser al go que começou aqui no sul do estado e agora vai se expandir para todas as regiões de Mato Grosso", comentou.

JACIARA - A pedido do vice-presidente da Famato e superintendente do Senar-MT, Chico da Pauliceia foi realizada uma reunião para apresentação do projeto Patrulhamento Rural em Jaciara. Participaram do encontro o presidente do Sindicato Rural do município, Alberto Luiz Chiapinotto, vice-presidente Rafael Oliveira Santos e o diretor Luiz Breda e o tenente-coronel Gleber Candido Moreno, comandante do 14º Comando Independente da Polícia Militar de Força Tática.

Coronel Cândido apresentou os números de Jaciara e descreveu os trabalhos que estão sendo feitos em todo o Vale do São Lourenço, do qual o município faz parte. Segundo ele, somente em Jaciara haviam 79 propriedades rurais que já faziam parte do sistema de cadastro do programa de Patrulhamento Rural. Os proprietários estão inseridos nos canais de comunicação da PM. Faltando somente a fixação de placas de identificação.

Chiapinotto ficou surpreso com a grandiosidade e a seriedade da Polícia Militar na execução do projeto. "Vamos seguir o modelo e fortalecer a parceria com a Força Tática para juntos ampliarmos as ações em todo a região".

GAÚCHA DO NORTE -  é mais um município a fazer parte do projeto Patrulhamento Rural. A princípio o patrulhamento acontece ao longo das rodovias MT-20 e MT-129. O presidente do Sindicato Rural de Gaúcha do Norte, Josenei Zemolin, conta que a Polícia Militar está fazendo o cadastramento das propriedades, criando rotas para melhorar o tempo de chegada da equipe policial e estabeleceu uma comunicação direta entre os proprietários e a Policia Militar. Além disso é fixada uma placa refletiva informando que a área é monitorada. "Ao todo serão mais de 400 produtores atendidos".

PRIMAVERA DO LESTE - neste município o patrulhamento rural está funcionamento desde fevereiro deste ano. A PM pretende desenvolver ações de cooperação tática e operacional com o objetivo de assegurar mais segurança aos produtores rurais.  Segundo o coronel Bastos, com a atuação integrada entre a polícia e os sindicatos rurais, o comando vai reforçar as atividades que já são praticadas pela polícia com suporte de informações e colaboração dos próprios produtores rurais.

POXORÉU, SANTO ANTÔNIO DO LESTE, PARANATINGA E CAMPO VERDE - estes municípios estão em fase de implantação do Patrulhamento Rural. Lideranças sindicais destas cidades já se reuniram com o comandante do 11º Comando Regional da Polícia Militar de Primavera do Leste, coronel Fábio Luiz Bastos, para falar sobre o projeto. O encontro foi intermediado pelo superintendente do Senar-MT, Chico da Pauliceia.

Com Assessoria do Governo do Estado de Mato Grosso



Fonte: Assessoria de Imprensa - Senar/MT
 

VEJA TAMBÉM
Projeto piloto de tecnologia 5G em área rural é lançado em Rondonópolis
Presidentes e dirigentes sindicais de MT recebem certificado de conclusão do GQS
Famato mobiliza produtores para rodada de reuniões e oficinas públicas
Famato e Apor juntas pela prevenção do câncer de mama
 
Eventos

nenhum evento com foto
 
Cenarium Rural
 
Galeria Multimídia
Videos
Fotos
Bom dia Senar Retificação do CAR
Senar-MT Responde Nota Avulsa Eletrônica
Bom dia Senar Composição de Dívidas
 
 
       
 
   webmail   
 
e-Famato   
 
(65) 3928-4400
famato@famato.org.br
 
Rua Eng. Edgard Prado Arze, s/n
Centro Politico Administrativo
CEP 78.049.908 - Cuiabá-MT