Sistema Famato
SENAR
IMEA
       
Fale Conosco
 
   
 
 
30 de Jun de 2021

voltar
 
RECONHECIMENTO
Edson Andrade faz parte da história do Sistema Famato
Arquivo
 

Homem de conversa fácil, visão ampla e estratégica do agronegócio, escritor e um estudioso das novas tendências do setor, Edson Ricardo de Andrade, 73 anos, nos deixou esta semana. Ele faleceu na segunda-feira (28/06) vítima de complicações causadas por colapso metabólico. Além das centenas de amigos e companheiros de trabalho do Sistema Famato, Edson deixará saudades aos seus três filhos e três netas.

 

Ele foi diretor da Federação da Agricultura e Pecuária (Famato) entre os anos de 1992 e 2004. No período de 1994 a 1996 também atuou como superintendente do Serviço Nacional de Aprendizagem Rural de Mato Grosso (Senar-MT).

 

Era um grande líder sindical e um apaixonado por cavalos. Tem um livro publicado sobre “Homens e Mulheres do cavalo” e outro dedicado aos trabalhos de equoterapia, cujo título é “Um bom feito, um gesto nobre Equoterapia Mato Grosso – Famato-Senar” – que está em fase de edição para publicação.

 

Tinha a intenção de escrever o terceiro livro para contar a história do Sistema Sindical Rural de Mato Grosso. Participou da elaboração e produção do livro sobre a Histórico da Febre Aftosa em Mato Grosso, que também está em processo de edição e publicação.

 

Edson ocupou vários cargos em órgãos e empresas ligadas ao agronegócio. Foi conselheiro do Fundo Emergencial de Saúde Animal do Estado de Mato Grosso (Fesa-MT).

 

Nascido em São Sebastião da Grama, em 29 de abril de 1948, formou-se em agronomia pela Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz (Esalq). Era grande admirador das cavalgadas e da caprinocultura, tanto que atuava como diretor da Associação Mato-Grossense dos Criadores de Ovinos e Caprinos (Ovinomat).

 

Além de produtor de soja e criador de gado, Edson produzia conhecimento e entendia que a história do Sistema Famato tinha que ser preservada. Era muito dedicado em manter o acervo histórico da instituição atualizado. Foi diretor da Revista Produtor Rural por vários anos – uma publicação da Famato que durou quase 20 anos.

 

Atualmente, estava diretor do Sindicato Rural de Santo Antônio do Leverger, onde implantou a equoterapia que atende dezenas de pessoas com deficiência física.

 

“Edson era um grande apaixonado por cavalos, assim como eu. Foi um importante líder para o nosso Sistema Sindical Rural e será sempre lembrado por seu perfil profissional dedicado e comprometido com o Agro. Aos familiares e amigos, nossos mais sinceros sentimentos”, disse o presidente do Sistema Famato, Normando Corral.

 

Com a palavra, outros amigos e colegas de trabalho do Sistema Famato:

 

Zeca D’Ávila, ex-presidente do Sistema Famato

“Muito me emociona falar do meu amigo Edson. Tudo que eu falar é pouco comparado a sua grandeza como ser humano. Edson foi um amigo leal, sincero, humilde, comprometido, dono de uma sabedoria admirável. Ele marcou a história do Sistema Famato, dos amigos e dos familiares. Perdemos um ilustre profissional e amigo. Dono de uma trajetória marcada pela integridade e compromisso com a sociedade. Foi exemplo de diálogo e conciliação em todos os cargos que ocupou”.

 

Natalina do Espírito Santo, assistente administrativa do Senar-MT

“Além de chefe, me ensinou muito. O Edson se tornou um amigo muito importante. Eu só tenho que agradecer pelo privilégio de conviver com esse grande homem, de um coração bondoso e cheio de amor. Deixo aqui minha gratidão por todos ensinamentos, pela sua liderança e pela parceria de sempre. Foi um grande chefe e amigo. Com ele aprendi valores profissionais e pessoais que irei levar comigo para sempre. Para mim, será sempre uma inspiração. Guardarei em meu coração as boas lembranças. Descanse em paz meu amigo Edson”.

 

Márcio Antônio Luciano da Silveira, assistente administrativo do Senar-MT

“Meu primeiro contato com o Edson foi no Colégio São Vicente, em um curso oferecido pelo Senar-MT, chamado na época de Leiteira Rural. Naquele período, ele era superintendente do Senar. Através da iniciativa dele, muitos jovens foram qualificados. Após esse curso, em 1993, me convidou para compor a equipe do Senar, no cargo de assistente. Acompanhava os instrutores na aplicação dos cursos. Aprendi muito! Durante 10 anos ajudei na mobilização das cavalgadas turísticas no Sindicato Rural de Santo Antônio. Homem de coração enorme e de muita paz. Um profundo conhecedor de cavalos e de gado de leite. Sou muito grato por ter tido a oportunidade de trabalhar ao seu lado. Com ele aprendi muitas coisas, me ensinou e me qualificou ao longo de tantos anos de convivência. Deixa um grande legado para mim e para o Sistema Famato”.

 

Rosângela Oliveira Alves, analista de Recursos Humanos do Senar-MT

“Edson foi meu primeiro chefe. Vim para uma entrevista com ele, mas fui recebida pelo diretor tesoureiro, logo depois ele chegou e acabou me entrevistando. Eu simpatizei e gostei dele logo no primeiro momento. Fui secretária dele por muitos anos, inclusive quando ele foi atrás dos documentos para que o Senar fosse criado em Mato Grosso. Com o seu próprio CNPJ, ele foi o primeiro superintendente do Senar-MT. Ele tinha uma alegria contagiante. Em cada curso que era ministrado, ele vibrava com as conquistas. Edson era um homem que ficava sempre nos bastidores para que o presidente pudesse realizar seu trabalho tranquilo. Trabalhar com Edson foi um aprendizado enorme, aprendi quantos deputados, vereadores e senadores tínhamos pelo Brasil e a enviar as correspondências para cada um deles. O sonho dele era que a Federação e depois o Senar-MT fossem conhecidos no Brasil e no mundo. Mas não foi só no profissional que ele marcou minha vida. Edson foi padrinho do meu casamento. Tínhamos muito carinho por ele e ele por nós. Tratava todos com muita gentileza e tinha um apelido carinhoso para cada um de nós. Edson era um ser humano que tinha prazer em ensinar e seu sonho era a equoterapia, que mais tarde se tornou realidade. Perdemos um grande líder, amigo, companheiro. Quem trabalhou com ele só tem boas recordações. Ele fez e fará, eternamente, parte da minha história profissional e de minha história de vida. Escrevo sobre ele com o coração cheio de gratidão e os olhos lacrimejando de saudades”.

 

 



Fonte: Ascom Sistema Famato
 

VEJA TAMBÉM
Empresários do Rio de Janeiro visitam a Famato
Sistema CNA/Senar recebe inscrições para concurso de causos até 30 de outubro
Produtor rural luta pela sobrevivência do rebanho em período de estiagem
Rumo S.A. apresenta na Famato estudo de impacto ambiental da Ferrovia de Integração
 
Eventos

nenhum evento com foto
 
Cenarium Rural
 
Galeria Multimídia
Videos
Fotos
Bom dia Senar Retificação do CAR
Senar-MT Responde Nota Avulsa Eletrônica
Bom dia Senar Composição de Dívidas
 
 
       
 
   webmail   
 
e-Famato   
 
(65) 3928-4400
famato@famato.org.br
 
Rua Eng. Edgard Prado Arze, s/n
Centro Politico Administrativo
CEP 78.049.908 - Cuiabá-MT