Sistema Famato
SENAR
IMEA
       
Fale Conosco
 
   
 
 
30 de Out de 2020

voltar
 
PECUÁRIA
Sistema Famato defende projeto que garantirá o controle e erradicação da cisticercose bovina
Ascom Famato
 

O Sistema Famato encaminhou no dia 27 de outubro um ofício para a Ministra da Agricultura Tereza Cristina solicitando apoio na constituição de um projeto que garanta o controle e a erradicação da cisticercose bovina em Mato Grosso.

 

No documento também consta o pedido de prorrogação do prazo para a entrada em vigor do artigo 185 do Decreto nº 10.468/2020 que altera o Decreto nº 9.013/2017 pelo prazo de 48 meses. O ofício foi assinado pelo presidente em exercício, Francisco Olavo Pugliesi de Castro.

 

A principal alteração no decreto, especialmente ao setor de bovinos, no artigo 185, traz a possibilidade de envio para tratamento pelo frio das carcaças de animais com Cysticercus bovis (cisticercose bovina) em qualquer caso que não caracterize a infecção intensa (art. 185). Isso significa que basta a carcaça possuir apenas um cisto calcificado e inativo que, mesmo assim, será destinada a tratamento pelo frio ou calor, após remoção e condenação da área atingida. Na infecção intensa não houve alteração, essa carcaça continua indo para condenação total.

 

“A partir da prorrogação teremos tempo hábil para uma possível parceria entre o setor produtivo, Mapa, instituições de ensino e pesquisa na construção de um projeto de saúde voltado ao controle e erradicação da doença”, disse o presidente em exercício da Famato.

 

A Famato está certa de que a parceria público-privada no combate à cisticercose é extremamente necessária, portanto a entidade se coloca à disposição para construir com o Departamento de Inspeção de Produtos de Origem Animal (Dipoa) e a Câmara Setorial da Carne para que a zoonose seja erradicada em Mato Grosso e no Brasil.

 

O setor produtivo propõe ainda ações de ampliação da vigilância em saúde pública, a garantia da qualidade sanitária da carne bovina, a redução da prevalência do complexo teníase-cisticercose e equalização da legislação nacional à internacional.

 

A alteração do decreto causou desconforto ao setor agropecuário e grandes prejuízos para o setor primário e secundário da cadeia da carne bovina.

 

A Famato já se reuniu com a Associação de Criadores de Mato Grosso (Acrimat), que também é favorável ao pedido de prorrogação por mais 48 meses.

 



Fonte: Ascom Famato
 

VEJA TAMBÉM
Famato recebe a visita do prefeito eleito de Apiacás
Parceria garante entrega de 32 veículos zero km para Sindicatos Rurais de MT
Famato participa de reunião para discutir áreas de uso restrito do Guaporé
Guia do Investidor 2020 auxilia a diversificação dos investimentos no agro mato-grossense
 
Eventos

nenhum evento com foto
 
Cenarium Rural
 
Galeria Multimídia
Videos
Fotos
Bom dia Senar Retificação do CAR
Senar-MT Responde Nota Avulsa Eletrônica
Bom dia Senar Composição de Dívidas
 
 
       
 
   webmail   
 
e-Famato   
 
(65) 3928-4400
famato@famato.org.br
 
Rua Eng. Edgard Prado Arze, s/n
Centro Politico Administrativo
CEP 78.049.908 - Cuiabá-MT