Sistema Famato
FAMATO
IMEA
       
 
   
 
 
11 de Jul de 2019
 
OPORTUNIDADES
1º Ciclo de Palestras ExpoMutum reúne mais de 300 produtores
 
Sindicato Rural
 

O Sindicato Rural de Nova Mutum promoveu nos dias 9 e 10 de julho o 1º Ciclo de Palestras ExpoMutum 2019 – Estratégias e Oportunidades para Avicultura, Florestas Comerciais e ITR. O evento fez parte da programação da ExpoMutum que começa hoje (11) e vai até dia 14 julho. As palestras aconteceram auditório do sindicato, no centro de Nova Mutum. Cerca de 300 pessoas participaram.

 

A primeira palestra levantou o debate sobre as questões relacionadas à superação dos desafios que a avicultura brasileira enfrenta e expectativas para o setor. Para falar do assunto, com o tema “Desafios sanitários na avicultura brasileira”, o sindicato trouxe o médico veterinário sanitarista, da BRF de Uberlândia-MG, Camilo Garcia Lellis.

 

A palestra do médico veterinário trouxe uma abordagem sobre tudo o que vem acontecendo no mundo e que automaticamente remetem às cadeias produtivas do Brasil. “Entendemos que a globalização reduz a distância física entre países e estados, fazendo com que problemas sanitários em qualquer parte do mundo possam representar desafios, como também oportunidades. Somos um país que vem mantendo seu plantel avícola em bons padrões de sanidade, o que garante participação de nossa produção em todo o mundo. Entretanto, novos desafios sempre surgirão e temos que estar preparados para isso”, disse o presidente do sindicato, Emerson Zancanaro.

 

Na sequencia o médico veterinário, Wellington Souto, trouxe o tema “Sua propriedade rural e o futuro! O que não mudar em um mundo que só muda”. A palestra abordou os avanços tecnológicos e de que forma estão inseridas nas propriedades rurais e o que o produtor rural pode esperar para o futuro.

 

O segundo dia do ciclo de palestras começou com o tema “Fomento florestal – Oportunidade de negócios com plantio de florestas”, com o superintendente de biomassa, Leonardo Pacheco que falou da oportunidade de negócios para o produtor rural atender as indústrias de etanol de milho.

 

O presidente do sindicato acredita que o momento é propício para o produtor ser inserido no fomento florestal, que visa uma maior disponibilidade de biomassa, desenvolvimento econômico e sustentável da região norte de Mato Grosso. “Esse é um negócio novo. Empresas de etanol de milho estão chegando no nosso município e na região e o plantio de florestas nas propriedades rurais será necessário para fornecer a biomassa que será queimada para tocar as caldeiras dessas industrias”, explicou Emerson Zancanaro.

 

Em seguida, o engenheiro agrônomo e mestre em ciências geodésicas, Everton Brum, falou sobre o tema “Como faço para pagar um valor justo de ITR”. A abordagem foi sobre os cuidados que o produtor rural deve ter na hora de declarar o ITR para não ter problemas futuros com o fisco. Como é calculado o valor, como declarar, onde o proprietário de imóvel rural presta as informações da propriedade rural, informações necessárias para o cálculo do imposto, entre outros.

 

O presidente do Sistema Famato, Normando Corral, disse no segundo dia de evento que o cronograma de palestras fortaleceu a tese de que o setor precisa repensar e buscar novas maneiras mais eficientes e rápidas para responder aos desafios do setor produtivo rural.

 

O evento teve como parceiros a Associação dos Integrados da BRF, Universidade do Estado de Mato Grosso (Unemat), Inspire - Desenvolvimento Humano, FS Bioenergia e BRF.

 

 

 



Fonte: Ascom Famato