Sistema Famato
FAMATO
IMEA
       
 
   
 
 
11 de Jul de 2019
 
QUEIMADAS
Brigada Mista do Corpo de Bombeiros tem o apoio do Sindicato Rural de Nova Mutum
 
Sindicato Rural
 

A Brigada Municipal Mista do Corpo de Bombeiros de Nova Mutum há três anos atua no combate e prevenção de incêndios florestais. Recentemente, a brigada passou por um curso de formação visando o período proibitivo de queimadas que começa dia 15 de julho. Os certificados foram entregues aos 12 participantes do curso, no dia 9 de julho, durante a cerimônia de encerramento da 7ª edição do projeto social “Bombeiro do Futuro”, nas dependências da 5ª Companhia Independente de Bombeiros Militar de Nova Mutum (CIBM). A brigada é fruto de uma parceria entre a prefeitura municipal de Nova Mutum, 5ª CIBM, Sindicato Rural, Associação do Produtores de Soja e Milho (Aprosoja) e empresas privadas.

 

De acordo com presidente do sindicato rural, Emerson Zancanaro, desde a criação da Brigada Mista do Corpo de Bombeiros a entidade sindical é parceira. “Todos os anos reforçamos o apoio e a importância desse trabalho, tendo em vista o risco de fogo no período de proibição de queimadas. Esse é o momento em que o produtor rural sofre tanto nas lavouras como nas florestas. E esse reforço da brigada é acalentador para nós, quando precisamos eles estão lá trabalhando com muita maestria no combate ao fogo”, declarou Zancanaro.

 

A brigada que vai atuar durante o período proibitivo de queimadas é composta por seis brigadistas contratados, funcionários da prefeitura municipal que vão atuar nos caminhões pipas, além dos bombeiros militares que vão supervisionar o trabalho.  

 

Além da cerimônia de entrega dos certificados, foi lançada a semana de prevenção e preparação de combate a incêndios florestais. A semana de conscientização deve acontecer em todo estado. “É um projeto desenvolvido para chamar a atenção da sociedade para os riscos dos incêndios florestais. No próximo dia 15 de julho inicia o período proibitivo de queimadas em Mato Grosso. Esse é um período que não existe nenhum tipo de autorização para queimas no estado, devido às condições climáticas, ventos fortes, umidade relativa do ar baixa, vegetação seca, entre outras. Todos os riscos de incêndios florestais são potencializados devido a essas condições”, explicou o comandante da 5ª CIBM, Major Fernando Duarte.   

 

Na oportunidade, o presidente Emerson Zancanaro conscientiza os produtores rurais da importância da prevenção, principalmente os que estão em áreas críticas e propícias a incêndios florestais. “O sindicato tem a preocupação de levar conhecimento e conscientização ao produtor”, acrescentou.   

 



Fonte: Ascom Famato