Sistema Famato
FAMATO
IMEA
       
 
Prorrogado prazo da Dívida Ativa da União
TV Famato, informação sempre perto de você
Inscrições Abertas - Academia Sindical
   
 
 
25 de Jun de 2018
 
POSSE
Famato empossa a nova diretoria do Sindicato Rural de Aripuanã
 
Ascom Famato
 

A nova diretoria do Sindicato Rural de Aripuanã tomou posse em evento solene no dia 22 de julho, no salão de festas do Balneário Oasis, em Aripuanã. O mandato dos novos diretores, liderados pelo produtor rural Djalma Miranda de Mello como presidente será para o triênio 2018/2021. A posse foi dada pelo presidente do Sistema Famato Normando Corral. 

 

Corral salientou o papel de um sindicato rural no desenvolvimento do setor produtivo rural e a importância da representatividade rural. “O produtor é representado pelo sindicato do seu município e os 92 sindicatos do estado são ligados à Federação da Agricultura e Pecuária de Mato Grosso (Famato). E as Federações dos 26 Estados e do Distrito Federal formam a Confederação Nacional da Agricultura e Pecuária (CNA). Esse sistema representa e atua fortemente em favor dos produtores rurais, participando de discussões e decisões sobre a política nacional agrícola”, explicou Corral.     

 

Corral ainda fez uma explanação sobre a representatividade da Famato em Mato Grosso e a dificuldade para que a informação chegue ao produtor, por conta da extensão territorial do estado. “Estamos trabalhando na defesa do setor, entretanto, muitas das vezes, vocês não ficam sabendo. Encontramos muitas dificuldades de comunicação devido à extensão de Mato Grosso para que a informação chegue ao campo”, disparou Corral.   

 

O produtor rural Aparecido Walsoir Piola, à frente do sindicato rural há nove anos, deixa o cargo de presidente, mas continua na diretoria como tesoureiro. Durante a solenidade Piola recebeu das mãos do ex-presidente do Sistema Famato, Rui Prado, o troféu Luiz Alfeu, em reconhecimento aos trabalhos prestados. 

 

O troféu foi criado, em 2011, pelo Sistema Famato para prestigiar os presidentes que cumpriram seu papel à frente do sindicato rural, contribuindo para o desenvolvimento da agropecuária de Mato Grosso. 

 

“Para mim foi uma honra fazer parte desse momento que muito me emociona. Primeiro pela responsabilidade em homenagear o Piola com um troféu tão importante para o sistema, visto que leva o nome do colaborador Luiz Alfeu (in memoriam), que serviu o produtor rural por mais de 50 anos. Em segundo, pela oportunidade de prestigiar o nosso amigo Piola que se dedicou para cumprir com êxito seu papel no sindicato”, discursou Prado.  

 

O sindicato é a entidade que representa os produtores rurais de Aripuanã e região. Conforme o assessor de Relações Institucionais do Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar-MT), Rogério Romanini, a entidade é o “braço” do Senar no campo. “Através do sindicato conseguimos chegar ao homem do campo, com cursos e treinamentos”, afirmou Romanini. 

 

O presidente empossado falou dos desafios da gestão para os próximos três anos. “Sou grato aos produtores rurais que apoiaram a nossa chapa. A aprovação mostra a credibilidade do Sindicato Rural de Aripuanã e do ex-presidente Piola. Somos parceiros na busca por melhorias para a agropecuária e para o sindicato. Sei que teremos muitos desafios, porém sabemos que teremos a oportunidade de contribuir com o desenvolvimento do setor cada vez mais sustentável”, discursou Djalma. 

 

Piola agradeceu sua família e amigos pelo apoio recebido durante sua gestão. “Agradeço a confiança e o incentivo de todos, da minha diretoria, dos amigos, familiares, do presidente Normando e de todo o Sistema Famato. Sempre que precisei fui atendido pela Famato e pelo Senar. Depois de nove anos, encerro um ciclo de muitas conquistas, erros e acertos. Nesse período crescemos em representatividade. Hoje somos mais fortes devido à participação dos produtores rurais”, disse Piola. 

 

O presidente do Sindicato Rural de Juína e vice-presidente da Regional I, José Lino, conhecido por Cabeção, destacou a relevância de lideranças rurais na região. “Parabenizo o Piola pela excelente gestão e não tenho dúvidas de que o Djalma vai tirar de letra, pois ele tem compromisso com o setor produtivo rural, com o sindicato e com a sociedade”, citou Cabeção.

 

 

 

 



Fonte: Ascom Famato