Sistema Famato
FAMATO
IMEA
       
 
2ª via contribuição sindical 2017
Atenção Produtor Rural - Prazo ITR
Reunião Anual
   
 
 
09 de Jun de 2017
 
PECUÁRIA FORTE
Produtores Rurais prestigiam Seminário de Bovinocultura do Sindicato de Chapada
 
Ascom Famato
 

Cerca de 50 produtores rurais de Chapada dos Guimarães participam hoje (09/06), do Seminário Pecuária Forte, realizado pelo Sindicato Rural do município, com o apoio da Federação da Agricultura e Pecuária de Mato Grosso (Famato), do Serviço Nacional de Aprendizagem Rural de Mato Grosso (Senar-MT) e parceiros municipais.

 

Com um rebanho bovino de quase 160 mil cabeças, a pecuária é a primeira atividade econômica que mais movimenta o município, em seguida está o turismo. Em seu discurso na abertura do evento, a presidente do sindicato Deusimar Muniz de Lima destacou a força da pecuária para município e ressaltou a importância do produtor estar sempre bem informado.

 

"Nós temos que ter conhecimento das questões políticas e econômicas do Brasil que afetam a pecuária no momento atual. Precisamos saber quais são os nossos desafios diante da crise para encontrar formas de nos mantermos no mercado mesmo nos dias mais difíceis. Lembro que o trabalho do produtor não deve ser apenas na sua propriedade, temos que participar do sistema sindical, conversar, se envolver com as questões que estão discutidas em âmbito nacional e estadual. Assim fortalecemos e buscamos melhorias para o nosso negócio".

 

A produtora rural Solange Campos reforça que sem conhecimento é difícil avançar e elogiou a realização do seminário. "É justamente pela falta de conhecimento que a nossa pecuária perece. Iniciativas como essa de hoje fazem toda a diferença para o nosso setor".

 

Com a palestra "A Tendência do Mercado Agropecuário em Mato Grosso e no Brasil", o analista de Pecuária da Famato Marcos de Carvalho abriu o dia de trabalho. Carvalho apresentou aos produtores presentes um panorama geral da agropecuária em Mato Grosso, do mercado mundial da carne e da pecuária estadual.

 

"O mercado hoje é aquecido, exigente e disputado, mas nosso produtor tem se tornado cada vez mais eficiente. Nosso estado possui o maior rebanho bovino do país, com mais de 30 milhões de cabeças com uma redução na área de pastagem. Isso mostra que o produtor vem evoluindo e implementando tecnologias e,consequentemente, conseguindo ter maior lotação".

 

Carvalho também fez uma avaliação da situação política e econômica do país e sua influência no mercado da carne. O analista mostrou os reflexos da Operação Carne Fraca e das delações do JBS. "Apesar de todas essas questões que estão influenciando negativamente, a pecuária é e sempre será uma atividade rentável", disse.

 

Além da palestra do analista da Famato, o período da manhã contou com a palestra da médica veterinária Eloísa Maria Alvez El Rage. Ela apresentou as vantagens do melhoramento genético por meio da Inseminação Artificial por Tempo Fixo (IATF). Na parte da tarde, o zootecnista mestre e doutor em produção animal Welton Cabral vai falar sobre o sistema intensivo de produção de carne. A gestora do Núcleo Jurídico da Famato, Elizete Ramos, encerrará o seminário com uma palestra sobre os direitos e as obrigações do produtor rural.



Fonte: Ascom Famato