Sistema Famato
SENAR
IMEA
       
Fale Conosco
 
   
 
 
30 de Ago de 2019

voltar
 
TROCA DE INFORMAÇÕES
Pecuária é o assunto do dia para os produtores de MT na Missão Técnica aos Estados Unidos
Ascom Senar-MT
 

Na Fazenda Miller Brothers, visitada quinta-feira (29.08) pelo grupo de produtores de Mato Grosso que participa da Missão Técnica dos Estados Unidos 2019, três gerações vivem e trabalham na propriedade. A Missão é realizada pelo Sistema Famato/Senar/Imea.

 

O produtor rural Chris Miller, que também é deputado estadual, opera a fazenda com a assistência de seu pai, Max, e de seus filhos, Max JC e Isaac. Além de Chris, dois outros produtores que são parlamentares também fizeram questão de compartilhar informações e conhecimentos com os mato-grossenses.

 

Chris Miller conta que passou sua carreira agrícola buscando implementar as melhores práticas econômicas e ambientais e está empolgado em fazer a transição para a agricultura orgânica. Chris está usando culturas de cobertura e pastoreio rotacional para produzir um ambiente mais saudável na fazenda.

 

Ele está trabalhando para criar um animal de corte mais eficiente. Além de vender carne bovina, Chris é produtor de estoque de sementes para outros agricultores interessados em criar animais que prosperam em um ambiente baseado em forragens.

 

O Filho de Chris, Max JC Miller, conta que na propriedade são 830 acres (335 hectares), de lavoura e 220 acres (89 hectares), de pastagens e reflorestamento. “Estamos tentando ser bastante eficientes no uso do solo. Fazemos a rotação de cultura com soja, milho e estamos experimentando o trigo”, explica.

 

O grupo também visitou a propriedade de Steve Foglesong, que já foi presidente da Associação de Gado de Corte de Illinois.  Ele conta que a empresa rural Black Gold Cattle Company começou suas operações em 1994, com um pequeno rebanho em terras arrendadas. Atualmente, é uma empresa próspera, que envolve cria e confinamento de gado de corte. A produtividade do confinamento é de 64%.

 

O que chamou a atenção do grupo da missão nesta fazenda foi o galpão de confinamento coberto, com o piso de concreto e com uma cobertura de borracha, o que elimina os riscos climáticos e a lama. Essa estrutura aumenta a eficiência do ganho de peso. O prédio do confinamento permite que o gado tome sol durante o inverno e permaneça na sombra durante o verão, eliminando o estresse do desconforto térmico.

 

Para o pecuarista e presidente do Sindicato Rural de Alta Floresta, Walmir Coco, a novidade na propriedade de Steve foi o piso do galpão de confinamento. “Além disso, tivemos a oportunidade de ver várias alternativas que ele utiliza para baratear seu custo de produção e é isso que todos nós buscamos”.

 

O presidente do Sindicato de Alta Floresta conta ainda que a desmama aos 11 meses, manejo utilizado por Steve, foi outra coisa que chamou a sua atenção. “Eu comecei a fazer, mas ver que dá certo e funciona é muito importante e me deu mais segurança para continuar o processo”.

 

Já para o pecuarista e diretor do Sindicato Rural de Arenapolis, Alfredo Souto e Silva Filho, as duas propriedades visitadas são totalmente diferentes. “Mas as duas têm bom aproveitamento de espaço e tecnologias que contribuem com o aumento de produtividade”. Ele acrescenta ainda que visitar estas propriedades e trocar informações com os produtores é uma forma de se capacitar. “Conhecimento e informação são sempre bem-vindos”.

 

 

 



Fonte: Ascom Senar-MT
 

VEJA TAMBÉM
Sistema Famato visita o Terminal de Grãos do Maranhão
Sanidade na suinocultura será tema de workshop dia 20 de setembro na Famato
Balanço da Missão Técnica da Famato 2019 é positivo
Técnicos do Sistema Famato são treinados para o projeto Fazenda Pantaneira Sustentável
 
Eventos

nenhum evento com foto
 
Cenarium Rural
 
Galeria Multimídia
Videos
Fotos
Bom dia Senar MT - Sobre Funrural
A produção de etanol a partir do milho
MT tem potencial e visibilidade economica
 
 
       
 
   webmail   
 
e-Famato   
 
(65) 3928-4400
famato@famato.org.br
 
Rua Eng. Edgard Prado Arze, s/n
Centro Politico Administrativo
CEP 78.049.908 - Cuiabá-MT