Sistema Famato
SENAR
IMEA
       
Fale Conosco
 
CAR
APF
Whatsapp Sistema Famato
   
 
 
15 de Jan de 2019

voltar
 
REUNIÃO
Fórum Agro MT apresenta impactos com a nova proposta do Fethab
Ascom Famato
 

O Fórum Agro MT reuniu-se segunda-feira (14/01), na Federação da Agricultura e Pecuária de Mato Grosso (Famato), com o vice-governador do Estado, Otaviano Pivetta, e os secretários Rogério Gallo (Fazenda) e Mauro Carvalho (Casa Civil). O objetivo foi apresentar os impactos que o Projeto de Lei do novo Fundo Estadual de Transporte e Habitação (Fethab) causará ao setor produtivo rural. Esta é a segunda reunião das lideranças do Agro com o governo. As negociações devem continuar até o final desta semana.

 

Na oportunidade, o superintendente do Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária (Imea), Daniel Latorraca, fez uma apresentação com base nos dados dos valores já descontados do produtor rural para o fundo e como podem ficar com a nova proposta do governo.

 

O produtor de soja, por exemplo, que atualmente paga R$ 0,80 de Fethab por saca, com a nova proposta passaria a pagar três vezes mais, ou seja, R$ 2,34 por saca. Os produtores de milho e de cana-de-açúcar, que até então não tinham os descontos, pagariam respectivamente R$ 0,50 por saca e R$ 0,69 a tonelada. No caso do algodão - o setor mais impactado - a cobrança saltaria de R$ 0,21 para R$ 4,17 por arroba. Em relação ao boi, a contribuição direta ao fundo aumentaria de R$ 41,95 por cabeça para R$ 50,95 por cabeça.

 

Quando comparados aos demais estados do país, os números demonstram que as alíquotas cobradas em Mato Grosso estão bem acima do que é praticado em outras regiões. Para abater o boi, por exemplo, o pecuarista de Mato Grosso paga R$ 41,95 por cabeça, enquanto em Mato Grosso do Sul é cobrado R$ 18,92/cabeça, em Goiás R$ 7,30/cabaça e R$ 2,42/cabeça no Pará. 

 

"Nós contribuímos com o estado, mas determinadas taxações são insustentáveis para o setor. Estamos dispostos a continuar contribuindo como sempre fizemos, mas precisa haver critério para não inviabilizar a atividade", afirmou o presidente da Famato e do Fórum Agro, Normando Corral.

 

Participaram da reunião as lideranças das entidades que compõem o Fórum Agro MT: Famato, Aprosoja, Ampa, Acrimat, Acrismat e Aprosmat. Também estavam presentes representantes dos setores de cana-de-açúcar (Sindalcool), madeira (Cipem), etanol de milho (Unem), feijão, trigo e irrigantes (Aprofir).



Fonte: Fórum Agro MT
 

VEJA TAMBÉM
NOTA PARA A IMPRENSA
Fórum Agro MT reúne-se para avaliar proposta do novo Fethab
Fórum Agro MT recebe proposta de unificação do Fethab e pede prazo para análise
Fórum Agro reúne com governador de MT para resolver demandas do setor produtivo rural
 
Eventos
16ª Expotapurah
20ª Expocas
15ª Expoband
 
Cenarium Rural
 
Galeria Multimídia
Videos
Fotos
Bom dia Senar MT - Sobre Funrural
A produção de etanol a partir do milho
MT tem potencial e visibilidade economica
 
 
       
 
   webmail   
 
e-Famato   
 
(65) 3928-4400
famato@famato.org.br
 
Rua Eng. Edgard Prado Arze, s/n
Centro Politico Administrativo
CEP 78.049.908 - Cuiabá-MT