Sistema Famato
SENAR
IMEA
       
Fale Conosco
 
   
 
 
16 de Jul de 2018

voltar
 
INTERCÂMBIO
Chineses da província de Shaanxi conhecem produção agrícola e pecuária de Mato Grosso
Ascom Famato
 

O Sistema Famato recebeu nesta segunda-feira (16/07) a visita da delegação econômica de Shaanxi, da região noroeste da China. O grupo, formado por 39 representantes empresariais e 15 de governo, incluindo pessoas da organização, tradução e mídia, chegou domingo (15) ao Brasil e veio direto para Mato Grosso. O grupo está em missão oficial devido aos acordos firmados com o governo do Estado em outras oportunidades e também para a assinatura de novos acordos de cooperação.

 

Os chineses demonstraram forte interesse na soja convencional produzida em Mato Grosso. Após a apresentação dos dados da agropecuária de Mato Grosso feita pelo superintendente do Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária (Imea), Daniel Latorraca, o vice-diretor geral do departamento de comércio da província de Shaanxi, Li Shengrong, disse que tem interesse em futuras parcerias para a compra de soja convencional.

 

"Eu gostaria de fazer parceria e quem sabe no futuro fazer chegarmos a um preço bastante razoável para comprar aqui do Brasil para que nossa economia e relação econômica possa desenvolver comercialmente. Acho que foi bastante proveitosa a nossa vinda em Mato Grosso. Nos preocupamos muito com produtos agrícolas e descobrimos que Mato Grosso é o principal produtor", afirmou Li Shengrong.

 

Segundo o presidente honorário da Câmara Brasil-China de Desenvolvimento Econômico, Paul Liu, a soja convencional é um atrativo aos chineses e uma oportunidade para Mato Grosso ampliar a oferta do produto. "Aqui temos representantes de empresas que têm condições de investir no Brasil, investir em parcerias, melhoria da tecnologia, em desenvolvimento e, principalmente, desenvolver produtos de acordo com a necessidade do mercado chinês que ainda carece de alguns produtos brasileiros".

 

Em relação à carne, toda a importação para a China é liberada e organizada pelo governo federal chinês. Atualmente, 12 países vendem carne para o país, entre os principais estão Estados Unidos, Brasil, Paraguai e Argentina.

 

A delegação foi recebida pelo diretor Administrativo e Financeiro da Famato, Vilmondes Tomain. O grupo assistiu duas apresentações sobre o Agro em Mato Grosso, sendo uma pelo superintendente do Imea, Daniel Latorraca, e a outra pelo produtor Ricardo Arioli. Também participaram da reunião lideranças e representantes das entidades Acrismat, Aprosmat, Ampa, Aprosoja, Acirmat e Empaer.

 

Além da reunião com as principais entidades do setor agropecuário de Mato Grosso, a comitiva chinesa assinou três protocolos de intenções com o Governo de Mato Grosso que podem beneficiar direta ou indiretamente o Agro mato-grossense. Uma das parcerias é sobre planos para 2018-2019 entre o Escritório de Relações Internacionais da Província de Shaanxi e a Assessoria Internacional do Governo de Mato Grosso. O segundo acordo é sobre a zona de livre comércio pelo comitê de administração Yangling, junto com a Sedec-MT. E o terceiro foi assinado com o Instituto Mato-grossense da Carne (Imac) e o Centro de Melhoramento de Carne Bovina da China (NDCIC).



Fonte: Ascom Famato
 

VEJA TAMBÉM
Sistema Famato recebe visita de produtores rurais argentinos
Lin Tan afirma que o Brasil é o único país capaz de aumentar a produção de soja
Famato apresenta dados do agro de MT para pesquisadores chineses
Fazendas inscritas no Prêmio Sistema Famato em Campo 2018 recebem visita técnica
 
Eventos
20ª Expocas
16ª Expotapurah
 
Cenarium Rural
 
Galeria Multimídia
Videos
Fotos
Bom dia Senar MT - Sobre Funrural
A produção de etanol a partir do milho
MT tem potencial e visibilidade economica
 
 
       
 
   webmail   
 
e-Famato   
 
(65) 3928-4400
famato@famato.org.br
 
Rua Eng. Edgard Prado Arze, s/n
Centro Politico Administrativo
CEP 78.049.908 - Cuiabá-MT